Entrevistas de Treinador
Treinador Séniores do Furadouro
Miguel Sousa
Treinador Séniores do Furadouro

Miguel Sousa

Treinador, Séniores do Furadouro

Época 2014/2015



AF – Miguel o que significa para ti ser treinador de futebol?

Miguel – Para mim treinador significa em primeiro de tudo felicidade, pois acho que como em tudo na vida, se

não tivermos paixao e se não formos felizes no que fazemos, não adianta continuarmos ...

Acima de tudo encaro o facto de ser treinador com grande responsabilidade, pois antes de qualquer

competência técnica, física ou tactica, é fundamental sermos capazes de saber liderar e comprender

um plantel inteiro onde em cada jogador existe um homem, e em cada cabeça uma personalidade que

fará pensar as coisas ou o futebol de forma diferente, então neste caso conseguir colocar toda a gente

a pensar da mesma forma e a partilhar a mesma ideia, será sempre uma tarefa muito dificil, mas au

mesmo tempo gratificante..


AF – Como surgiu o convite para o Furadouro ?

Miguel - Este desafio apareceu de uma forma completamente inesperada... e aceitei porque me convidaram para

ser Treinador principal de uma equipa de seniores , objectivo que já ambicionava e mesmo não tendo

pressas era algo que já estava á espera..

 Ou seja depois de ter estado alguns meses parado após a saída dos Seniores do R D agueda onde

trabalhei como treinador adjunto, tive que me habituar a algo que nem sabia o que era, pois em 10

anos sempre como treinador principal na formaçao, foi a primeira vez que passei pela experiencia de

não acabar uma epoca..

Digo inesperada porque depois de algumas situçoes e contactos no final da epoca passada com alguns

clubes que acabaram por não se concretizar, tinha acabado tambem de receber um convite do atual

treinador do Mourisquense MICO , para trabalhar mais uma vez com ele, na qual aceitei pois tinha sido

com ele a minha entrada no Recreio de Agueda.. no entanto mais tarde tive que recusar o que me

custou muito.. pois por estas alturas acabava de surgir o convite dos responsaveis do Cd furadouro,

para treinador principal da equipa de séniores...



AF - Porque te custou tanto entao essa decisao, e porque trocas-te a 1a divisao pela 2a distrital ?

Miguel - Primeiro custou porque não gosto de voltar com a minha palavra atras e depois de já termos começado

a falar e a preparar de certa forma o plantel, ter que abandonar o projecto foi complicado.

No entanto tinha que decidir e as respostas tinham que ser dadas ás duas partes .. foi então que depois

de alguns dias a ponderar decidi aceitar este desafio confiante nas minhas capacidades e principalmente

consciente tambem das muitas dificuldades ....


AF – Deixastes o Agueda, ficou alguma coisa por dizer? Faltou alguma conversa?

Miguel - Antes de mais dizer que a minha passagem pelo Agueda foi muito proveitosa e enche-me de orgulho

ter trabalhado neste Grande clube, por ventura ficaram algumas coisas sim por dizer, outras foram ditas

já fora de tempo, mas somente coisas como por exemplo e simplesmente dar o meu ponto de vista

sobre muitas coisas e nunca nada contra ninguem, que hoje fruto já dessa pequena aprendizagem não

teriam ficado por dizer... mas claramente so deixei pessoas amigas e não vim chateado com ninguem,

muito pelo contrario, desde presidente, director(s) desportivo , jogadores e colegas de trabalho, so

tenho a dizer o melhor de toda a gente..

Prova disso foram as palavras do presidente e restantes elementos da direçao para comigo revelando

terem ficado muito satisfeitos com a pessoa que eu tinha sido e com o trabalho realizado durante o

tempo que la estive.... Isto quer dizer muita coisa...


AF – Objetivo desta primeira época no Furadouro?

Miguel - O c d furadouro para quem não sabe só vai para a segunda epoca com futebol senior, e como na maioria

dos clubes, neste tambem o dinheiro não existe em abundancia, sendo que as dificuldades desde

condiçoes de trabalho apoio humano e não só, são muitas. ..

No entanto fruto da vontade do grupo de jogadores que tenho pela frente , sinto que podemos

fazer algumas coisas muito interessantes, se possivel melhorar o bom que foi feito a epoca passada,

potencializar a equipa e depois os jogadores, mas principalmente dar a conhecer a todos os jogadores

uma ideia de jogo, fazer com que eles proprios acreditem no modelo de trabalho e por conseguinte no

modelo de jogo , fazendo-os chegar a cada jogo mais fortes e capazes de responder da melhor maneira

em cada momento do mesmo


AF – Qual tem sido a tua principal ou principais preocupações nesta fase inicial, tendo em conta que a

equipa não a conhecias?


Miguel - Essencialmente, e para além de tentar fazer com que todos os jogadores acreditem numa ideia de

treino e de jogo tenho tido uma grande preocupaçao com a parte psicologica destes jogadores.

Ou seja não tenho qualquer problema em reconhecer que existe muita qualidades na maior parte dos

jogadores, mas tambem sei que na epoca passada não conseguiam lidar muito bem com adversidades,
no que toca e especialmente, a provocaçoes do adversario, a entradas menos proprias dos adversarios

a decisoes da equipa de arbitragem, ou seja normalmente acabavam por depois serem os prejudicados

com expulsões desnecessárias por exemplo... pretendo claramente que este grupo seja diferente do

que na giria denominamos e apelidamos de equipas do distrital, pretendo que sejam considerados

diferentes e superiores aos adversarios que estão no futebol só para a confusao e para o pontape em

tudo que mexe ...

 
AF - Quais as caracteristicas que mais aprecias num jogador?

Miguel - Não sei se a maioria dos treinadores pensam assim, mas eu primeiro de tudo o que mais aprecio num

jogador é a qualidade humana, para mim não existindo isso, deixa de ter importancia qualquer jogador

por muita qualidade tecnica que possa ter, dou muito valor ao Homem que há antes do jogador... depois

claro o talento e a inteligencia são muito importantes.


AF – Como te sentes antes e depois dos jogos?

Miguel – Já tenho muitos jogos oficiais no curriculo, mas normalmente e geralmente no dia antes e mesmo no

proprio dia existe sempre aquele nervoso como que algo a interrogar-nos se foi feito o melhor trabalho

durante a semana com a equipa, mas mal o arbitro apita tudo volta ao normal..


AF – Qual a tua opinião sobre a desistência ou reclamações de alguns clubes em relação aos valores

praticados pela associação futebol de Aveiro, valores esses que não ajudam a sobrevivencia dos

clubes ?

Miguel – Penso que o futebol continua a ser um meio para se continuarem a encher de dinheiro os do custume ...

federaçao e associações ...

Tudo tem preço e os clubes sem receitas não conseguem suportar os encargos a que estao sujeitos

É sabido que muitas equipas se inscrevem somente pelo enorme gosto dos seus dirigentes e dos seus

atletas, e sei que em alguns clubes são mesmo os proprios jogadores a pagarem sua inscriçao para

poderem competir e no fundo fazer o que gostam

Para não falarmos dos preços dos cursos, das formaçoes continuas que são todas pagas e nós

treinadores temos que as fazer por causa das unidades de credito, senao perdemos o direito de ser

treinadores e temos que tirar novamente os cursos, enfim... Seria conversa para outras paragens..


AF - Qual a Liga que te enche as medidas como adepto?


Miguel - Sem duvida que a Inglesa e a Espanhola, Mas tambem os jogos das equipas Alemãs nas competiçoes

europeias, são verdadeiramente um hino ao Futebol.


AF - Qual o jogador a nivel Mundial que gostas de ver jogar e porquê?

Miguel - Gosto de valorizar o que é “ nosso “ Cristiano Ronaldo, nuncas se da por satisfeito com o conseguido,

quer sempre mais, é exemplo a seguir, muito se pode dizer sobre ele, mas se todos trabalhassem com

esta ambição , podia-mos ter mais “Ronaldos” no entanto aprecio outros nomes nas mais variadas

posiçoes ....


AF - Treinador que admiras?

Miguel - Gosto de varios , e aqui tambem as minhas escolhas recaem nos portugueses... sem duvidas por muito

que agrade a uns e a outros não, Jose mourinho, depois sabemos que Andre vilas boas é muito bom

tambem , e claro a lista podia continuar..

Não podemos esquecer tambem exemplos do Estrangeiros, sem duvida Pep Guardiola, e Diego

simeone... para mim claro...


Futebol de formação


AF - Que ideia tens do futebol de formação a nível distrital?

Miguel - Penso claramente que existem alguns clubes a trabalharem bem , no entanto devido a inumeras

dificuldades noutros clubes continua-se a fazer coisas muito mal feitas..

Por exemplo não se consegue ter treinadores com competencias especificas para treinarem formaçao

em todas as equipas ou em todos os clubes, por um lado não existe dinheiro para se oferecer aos

treinadores e por outro lado tambem mais depressa os dirigentes dão o lugar aos conhecido, ou aos

amigos e esquecem-se que depois quem fica sem evoluir são os jogadores em fases tão importantes.

Não tenho problema em dizer isto pois sei do que falo... no entanto a seguir a Porto e Lisboa, tinhamos

tudo para sermos o melhor distrito a nivel de formaçao e não só.., devido a um grande número de clubes

que continuam no ativo ..


AF – Qual o perfil que deve ter um treinador de formação?

Miguel - Penso que um treinador de formaçao deve pensar esclusivamente e preocupar-se verdadeiramente

em formar.. para mim tem que nascer com essa vocaçao... terá que saber ensinar da mesma forma que

um professor ensina uma criança a ler...

Concerteza que se exige um profundo saber de duas realidades bastantes especificas, uma o próprio

futebol de formaçao e outra as crianças e os jovens jogadores com os quais contacta.

No fundo pensar sim em ganhar homens e possíveis jogadores e não campeonatos, o que por vezes

não é assim... conseguir o equilibrio entre formar e tambem ganhar, será optimo, mas nesta fase o mais

importante para além da formaçao desportiva é tambem a formaçao social e humana dos seus jovens.....

Mas um treinador de formaçao terá igualmente como o treinador de seniores que ter um

conhecimento do jogo, ter capacidade de liderança, boa comunicaçao, saber motivar,sensibilidadde,

disciplina , respeito ,caracter.. etc


AF - Costumas procurar conteúdo para treinar na internet?

Miguel - Sim, para alem do que aprendi enquanto jogador, e nos cursos realizados, há muito

que sinto que isto é uma procura constante e diária de informaçao para sermos

melhores, por isso para alem de muitos dias durante algumas épocas a acompanhar

algumas equipas tecnicas no terreno num passado recente, sem duvida e acredito

que retirando e observando aquilo que fazer e o que não fazer consegui evoluir

enquanto treinador . Outro meio obviamente para se poder ser melhor todos os dias

é a internet, mas sempre com muita atençao, pois por vezes é necessario primeiro

selecionar o que é proveitoso para a nossa ideia de jogo e aquilo que não serve se

calhar para ninguém...
Autor: Academia de futebol
comentários
Não foram introduzidos comentários a esta entrevista!
PUB
BairrinformáticaMundo do TreinadorTacticalPadSericertimaTacticalPad
AcademiaFalta informação?Academia
patrocinadores (energigas)InstalminhoAcademia
Sports TrainingTacticalPadEnergigas24