Fisioterapia
Lesões da coluna - Hérnias discais
Lesões da coluna - Hérnias discais

As hérnias discais são uma causa comum de dor no pescoço, costas, braços ou pernas.

 

Ocorrem mais frequentemente entre os 35 e os 55 anos e são mais comuns nos homens.

 

Os discos intervertebrais são estruturas esponjosas que se situam entre as vértebras. Estas foram a coluna espinal no interior da qual se situa a medula espinal e as suas raízes nervosas. Os discos conferem flexibilidade à coluna e funcionam também como elementos que amortecem os impactos.

 

Os discos da região lombar apresentam um anel externo mais espesso e um núcleo gelatinoso. Os da região cervical são idênticos mas mais pequenos.

 

A hérnia discal ocorre quando o núcleo sai para fora do anel externo em direcção ao canal espinal, comprimindo os nervos. Estes são muito sensíveis à pressão, daqui resultando dor, adormecimento ou perda de força numa ou em ambas as pernas.

 

Nas crianças e nos adultos jovens, os discos são mais ricos em água. Ao longo da vida, esse conteúdo diminui e o disco torna-se menos flexível e começa a encolher, o que faz com que os espaços entre as vértebras encolham.

 

Factores de risco para as hérnias discais

Todas as condições que enfraqueçam os discos constituem factores de risco para a ocorrência de hérnia discal. O levantamento inadequado de pesos, o consume de tabaco, o excesso de peso, uma pressão súbita ou a repetição de actividades que forçam a coluna são exemplos de factores de risco comuns.

 

Os atletas apresentam um risco mais elevado de sofrer uma lesão de um disco como consequência directa da sua actividade física. Desportos como o esqui, basquetebol, futebol, ginástica, corrida, golfe ou ténis exercem muita pressão sobre a coluna, exigindo absorção dos impactos, torções e outros movimentos violentos.

 

Esse desgaste pode ter como consequência uma lesão mesmo nos atletas mais bem preparados.

 

Embora toda a coluna seja utilizada durante a prática de um desporto, estima-se que 5 a 10% das lesões desportivas se localizem na região lombar e podem resultar de um trauma único e bem identificado ou ser a consequência de pequenas e repetidas lesões.

 

Sintomas das hérnias discais

Os sintomas variam em função da localização da hérnia discal.
Na coluna lombar, ocorre dor embora seja importante reforçar que as dores lombares são comuns, afectam cerca de 20% da população e nem sempre resultam de hérnia discal.

 

A manifestação mais comum de hérnia discal na região lombar é a dor ciática, já detalhada. Pode ainda ocorrer perda de força numa das pernas, sensação de formigueiro ou de adormecimento numa perna ou numa nádega, perda de controlo dos esfíncteres ou uma sensação de queimadura.

 

Quando o disco herniado se localiza na região cervical, a dor localiza-se no pescoço com irradiação para os ombros ou para um braço. Pode ainda causar cefaleias na região da nuca.

 

Este tipo de hérnias pode associar-se a perda de força num braço, com sensação de formigueiros ou adormecimento, perda de controlo dos esfíncteres ou sensação de queimadura nos ombros, pescoço ou braços.

 

Diagnóstico das hérnias discais

O exame médico e a história clínica são essenciais e permitem, em muitos casos, identificar a raiz nervosa afectada.
O estudo radiológico, a tomografia computorizada, a ressonância magnética e a electromiografia fornecem informações adicionais e são muito importantes em caso de dor persistente.

 

Tratamento das hérnias discais

O tratamento não cirúrgico é eficaz em mais de 90% dos casos de hérnia discal.

 

O descanso, o uso de anti-inflamatórios, analgésicos, relaxantes musculares podem ajudar. A aplicação de compressas quentes ou frias várias vezes por dia por períodos não superiores a 20 minutos permite aliviar a dor.

 

A actividade física deve ser reduzida e devidamente controlada, sobretudo no que se refere a movimentos de flexão ou levantamento de pesos.

 

É importante realizar caminhadas curtas e evitar estar muito tempo sentado. Devem ser realizados exercícios que reforcem a coluna e os músculos abdominais.

 

No caso do pescoço, existem exercícios que também podem ajudar.

 

As injecções epidurais de corticóides reduzem a irritação dos nervos e permitem uma recuperação mais rápida. Elas podem ser repetidas com intervalos de algumas semanas.

 

A cirurgia é necessária quando um fragmento de disco se aloja no canal espinal e comprime um nervo causando perda significativa de função.

 

Os tipos de cirurgia dependem da dimensão e da localização do disco herniado. De um modo geral, o disco herniado é removido e as vértebras subjacentes são fixadas uma na outra.

 

Como regra, é possível retomar o trabalho 2 a 6 semanas após a cirurgia.

 

Prevenção das hérnias discais

Embora nem sempre seja possível prevenir a herniação de um disco, existem diversos passos que podem reduzir esse risco.

 

Quando se levanta um peso, devem-se flectir os joelhos e não a coluna, de modo a não colocar pressão sobre os discos.

 

A adopção de uma postura correcta na posição sentada, na marcha e durante o levantamento de pesos é muito importante. Na posição sentada, manter as costas direitas e os ombros para trás, o abdómen para dentro e os pés bem apoiados no chão. Se estiver sentado durante longos períodos realize exercícios de extensão da coluna de um modo regular.

 

As senhoras devem evitar os sapatos de salto alto.

 

Deve-se dormir sobre um colchão firme e numa posição lateral.

 

A manutenção de um peso adequado, uma dieta equilibrada, a prática de exercício de acordo com a idade e o estado geral de saúde são elementos-chave.

 

O exercício físico mantém os músculos das costas, pernas e abdómen mais fortes, assim suportando melhor a coluna. Os exercícios aeróbicos são muito úteis e é importante equilibrar exercícios de força e de flexibilidade na actividade física regular.

 

Não fumar é muito importante.

Fonte : desportocuf.pt
Academia de futebol
PUB
Mundo do TreinadorSericertimaBairrinformáticaTacticalPadTacticalPad
AcademiaAcademiaFalta informação?
Academiapatrocinadores (energigas)Instalminho
Energigas24Sports TrainingTacticalPad